Musicoterapia


 

EDITAL DA PROVA PARA O APRIMORAMENTO DA MUSICOTERAPIA EM REABILITAÇÃO NA DEFICIÊNCIA FÍSICA.

ENFOQUE INTERDISCIPLINAR – 2015.

 

Número de vagas: 02

Período: meio período

Duração: 11 meses sem remuneração

Data de início: 02/02/2015

Data de término: 18/12/2015

Horário: 7h às 12h e 13h às 16h* (setor); e 4ª.feira das 8h às 15h (aulas teóricas)

*(o aprimorando aprovado escolherá 02 períodos/dias da semana para cumprir prática no setor)

1. INSCRIÇÕES

1.1. Vagas limitadas: 20

Somente para a AACD-Ibirapuera-São Paulo.

1.2. As inscrições serão feitas através do site www.aacd.org.br; a ficha de inscrição aparecerá acima do edital e estarão automaticamente encerradas, com o preenchimento das vagas disponíveis.

1.3. Data de início para as inscrições: 01/10/2014

Data de término para as inscrições: até 31/10/2014

1.4. A taxa de inscrição será no valor de R$ 70,00 (setenta reais)

1.5. Pagamento: Após preenchimento da ficha de inscrição, o candidato receberá um boleto em até 5 dias úteis com prazo de vencimento em 2 dias, através do e-mail informado na ficha de inscrição.

1.6. Confirmação: Após pagamento enviar via e-mail cet@aacd.org.br Cópia do RG, CPF e comprovante de pagamento até o dia 06/11/2014; sem o recebimento destes documentos e pagamento da inscrição, a inscrição não será efetuada.

2. DATA DA PROVA E RESULTADOS:

2.1. Data: 10/11/2014 (segunda-feira)

2.2. Horário: 8h00m (Comparecer portando o RG e o comprovante de pagamento)

2.3. Local: Anfiteatro

2.4. Gabarito: 12/11/2014 no site www.aacd.org.br

2.5. Resultado da prova: 14/11/2014, no site (Não haverá revisão de prova).

2.6. Entrevista: 19/11/2014 – no setor de Musicoterapia (apresentar o currículo)

2.7. Resultado final: 25/11/2014, pelo site da AACD.

3. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

3.1. 1ª Fase – Prova Escrita: Peso 6 (seis)

Com início às 8h00m do dia 10/11/2014. Não será permitido o ingresso de qualquer candidato após 20 minutos do início da prova.

3.2. 2ª Fase -Entrevista: Peso 4 (quatro)

Será realizada no dia 19/11/2014.

3.3. Em caso de empate, será classificado o candidato que:

Primeiro: Obtiver melhor rendimento na segunda fase- entrevista.

Segundo: Obtiver melhor rendimento na primeira fase - prova escrita.

4. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

4.1. Graduação ou especialização em Musicoterapia.

4.2. Condições: Apresentar os documentos exigidos e pagar a taxa de inscrição.

4.3. Não haverá isenção total ou parcial da taxa de inscrição, independentemente do motivo apresentado.

4.4. Em nenhuma hipótese haverá devolução do pagamento da taxa de inscrição.

4.5. O ato de inscrição presume o conhecimento e aceitação, por parte do candidato, das condições estabelecidas para o processo seletivo, sendo o mesmo responsável por qualquer erro ou omissão e pelas informações prestadas.

4.6. A prova escrita abrangendo o conteúdo programático, constará de 20 questões de múltipla escolha, cada questão terá 5 alternativas, sendo somente uma correta e 05 questões com descrição de próprio punho.

4.7. Para realização da prova será entregue um caderno de questões, no qual deverão ser assinaladas as alternativas escolhidas e passadas para a folha do gabarito.

4.8. O gabarito deverá ser preenchido com caneta esferográfica azul ou preta, ficando anuladas as questões assinaladas a lápis ou rasuradas.

4.9. Não serão computadas as questões não assinaladas, as questões que contenham mais de uma resposta, emendas ou rasuras, ainda que esteja legível.

4.10. O candidato não poderá levar o caderno de questões, sendo a sua devolução obrigatória.

4.11. Será excluído do processo seletivo o candidato que faltar à prova escrita ou chegar após o horário limite estabelecido, ou ainda, que durante a sua realização, for surpreendido em comunicação com outro candidato, utilizando livros, notas, telefone celular, etc.

4.12. No dia da realização da prova, não serão fornecidas por qualquer membro da equipe de aplicação das provas, informações referentes ao conteúdo das provas e/ou aos critérios de avaliação e classificação.

5. APRESENTAÇÃO DO CANDIDATO SELECIONADO:

Confirmar a vaga até: 16/12/2014 no telefone (11) 5576-0777-ramal 0107

Os candidatos aprovados no processo seletivo do Aprimoramento serão convocados pela Comissão de Ensino e Treinamento para a entrega de documentos.

O Aprimoramento oferecido pela instituição não é reconhecido pelos órgãos reguladores educacionais vigentes no território nacional e destina-se a proporcionar aos profissionais conhecimentos que lhe permitam a qualificação para o mercado de trabalho.

Os Documentos necessários serão informados no dia da confirmação da vaga.

O aprimoramento terá início em 02/02/2015.

Não haverá férias no período.

6. CASOS OMISSOS

Serão apreciados pela CET (Comissão de Ensino e Treinamento).

Recurso: Prazo até 02 dias úteis da data da divulgação do resultado da seleção.

PROGRAMA PARA A PROVA TEÓRICA

• Musicoterapia – Fundamentos e abordagens terapêuticas

• Música em terapia

• Musicoterapia com pacientes neurológicos

• Musicoterapia individual e em grupo

• Avaliação em Musicoterapia

• Fisiopatologia e Tratamento em:

• Paralisia Cerebral

• Mielomeningocele

• Doenças Neuromusculares

• Malformações Congênitas

• Acidente Vascular Encefálico

• Traumatismo Crânio Encefálico

• Lesão Medular

• Amputações Adquiridas

• Doença de Parkinson.

BIBLIOGRAFIA:

Benenzon, R.O. Manual de Musicoterapia. Rio de Janeiro: Enelivros, 1985.

Bruscia, K.E. Definindo a Musicoterapia. 2. ed. Trad. Mariza Velloso Fernandez Conde. Rio de Janeiro: Enelivros, 2000.

Domingos, A. C. S. A; Rockenbach, M. H. B. C. Musicoterapia na reabilitação: fundamentação teórica e prática. cap. 47. In: Fernandes, A. C; Ramos, A. C. R; Morais Filho, M. C; Ares, M. J. J. Reabilitação. 2. ed., Barueri, SP: Manole, 2015.

Fernandes, A. C; Ramos, A. C. R; Morais Filho, M. C; Ares, M. J. J. Reabilitação. 2. ed., Barueri, SP: Manole, 2015.

Ferrari, K. D. Musicoterapia: Aspectos de la sistematización y la evaluación de la práctica clínica. 1ª ed. Buenos Aires: MTD Ediciones, 2013.

Gainza, V. Sobre la creatividad y el vínculo com la música. In: Benenzon, R.O. e colaboradoras. La Nueva Musicoterapia. Buenos Aires: Lumen, 1998.

Levitin, D.J. A música no seu cérebro: a ciência de uma obsessão humana. Trad. Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

Louro, V.S; Alonso, L.G; Andrade, A.F. Educação musical e deficiência: propostas pedagógicas. São José dos Campos, SP: Ed. do Autor, 2006.

Nascimento, M. F. Reabilitação com Música. cap. 24. In: Souza, A.M.C. e Ferraretto, I. Paralisia Cerebral: aspectos práticos. São Paulo: Memnon, 1998.

Nascimento, M. F. Musicoterapia: princípios e prática. In: Fernandes, A. C. [org.]. AACD – Medicina e Reabilitação: princípios e prática. São Paulo: Artes Médicas, 2007.

Nascimento, M. F. e col. Musicoterapia e a reabilitação do paciente neurológico. São Paulo: Memnon, 2009.

Peretz, I.; Zatorre, R. J. The cognitive neuroscience of music. New York: Oxford University Press Inc., 2009.

Schapira, D. et al. Musicoterapia: Abordaje Plurimodal. Argentina: ADIM ediciones, 2007.

Souza, A.M.C; Ferraretto, I. Paralisia Cerebral: Aspectos Práticos. São Paulo: Memnon, 1998.

www.revistademusicoterapia.mus.br/revistademusicoterapia112011.php

www.revistademusicoterapia.mus.br/revista_de_musicoterapia_16_2014.php